Coração de Estranho! Doar orgãos é, apesar da morte ainda viver!


Sabe aquele filminho que você pensa que foi feito apenas para impedir que os comerciais passem seguidamente por horas a fio?

Foi assim que meu preconceito classificou esse filme logo de cara, porém, bastaram 5 minutos de filme para que eu percebesse que estava redondamente enganada, pelo que dei graças a Deus. Errar é humano e completamente saudável e enriquecedor, além de uma boa lição para nosso ego mega inflado.

Achei o tema bem interessante, afinal fiquei na dúvida se tal situação poderia acontecer, mesmo.

O filme fala de um transplante de coração, no qual uma mãe de família divorciada, com apenas uma filha violinista clássica, recebe um coração de um jovem de 22 anos que morre em um acidente de moto, e após a cirurgia concluída com sucesso adquire as memórias e personalidade do doador causando estranheza, incompreensão e aversão em seus amigos e familiares.

Sinceramente a produção é bem pobrezinha, mais limpinha isso é verdade.

Atores razoáveis mesmo que pouco conhecido ou reconhecíveis no filme, tudo muito simples e objetivo, deu seu recado e ponto final.

Até chorei um pouquinho no fim, com pena da mocinha, afinal ela não teve culpa do que aconteceu, de sua mudança.

No quesito fazer pensar, causar reflexão eu achei que deveria levar nota 10, afinal não ficou tentando engrossar o enredo ou enriquecer a história com enxeção de linguiça, dando voltas no mesmo lugar, falou sobre a importãncia da doação de orgãos, colocando a postura da doação enquanto perpetuação da vida daquele doador em outras pessoas.

Tudo em pouco tempo, já que o filme é rapidinho, estão foi tudo rápido e rasteiro.

Coração de Estranho – 2002 (ficha da wikipédia)

Sinopse
Após ser submetida a um transplante de coração, mulher passa a incorporar a personalidade e a memória do doador.

Ficha Técnica
Título Original: Heart of a Stranger
Gênero:
Drama
Direção:
Dick Lowry
Roteiro:
Claire Sylvia, William Novak
Produtores:
Barbara Bloom, Frank von Zerneck, Jane Goldenring, Peter Sadowski, Randy Sutter, Robert M. Sertner, Ted Babcock, Wendy Japhet, William Novak

Elenco:
Jane Seymour (I) (Jill Maddox)Nigel Bennett (Stan)Stacey Smith (Kathy LaSalle)Kendra MacGillivray (Erin)Donna Goodhand (Ruth LaSalle)Vince Corazza (Vincent Corazza)Maggie Lawson (Amanda Maddox)Toni Grossett (Amanda (jovem))Richard Donat (Phillip)Adam Wentzell (Matt)Mauralea Austin (Sara)Daniel Lillford (Roy)

País de Origem: Canadá
Estreia no Brasil: 9 de Dezembro de 2002
Duração: 120 minutos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s