Falando Grego, do jeitinho americano!


Quando começei a assistir imaginei que seria apenas mais do anterior “Casamento Grego”, o que já não era ruim, porque realmente curti casamento grego, que foi leve, descontraído, irreverente, bem comportado.

Qual foi o meu espanto, mesmo com a mesma atriz, a mesma cara, o mesmo cabelo, apesar de bem mais bonita e polida do que em “Casamento Grego”, ela mostrou que pode fazer sim muito mais do que um filme só.

Achei o filme, assim como o outro, leve, decontraido, irreverente, bem mais americanizado que o anterior e simplesmente envolvente, meigo, e com aquele fundo de moral tipicamente Hollywoodiano. Coisa que o outro tentou minimizar, eu acho.

Envolvente sim, porque a personagem era bem mais complexa, suas lições mais enriquecedoras, e sua história simples e doce. Realmente apaixonante!
Um daqueles filmes que quando acaba a gente faz beicinho e diz: Que pena, poxa, já acabou, queria mais!

O ator principal Alexis Georgoulis  no inicio fica irreconhecível(horrível), mais depois, bem tratadinho, ficou perfeito, com aquela cara de homem com H maiúsculo que a maioria dos homens não possui mais hoje.

Gregos são na minha humilde opinião os homens por excelência neste quesito cara de homem e porte.

Bem, eu recomendo sim esse filme, como aqueles que remetem ao estilo de filme que o amor tudo supera, tudo cria, tudo transforma,  e me dá aquela sensação gostosa que senti a primeira vez que assisti a “Uma linda Mulher”. Bom demais!

Não há muito o que dizer, tem que se ver!

FALANDO GREGO (texto da wikidédia)

My Life in Ruins (Brasil: Falando Grego / Portugal: A Minha Vida em Ruínas) é um filme de comédia romântica entre as ruínas da antiga Grécia, estrelado por Nia Vardalos, Richard Dreyfuss, Alexis Georgoulis, Rachel Dratch, Harland Williams e ator de comédia britânica e impressionista Alistair McGowan.

O filme é sobre uma guia de turismo, cuja vida dá uma via pessoal, enquanto o grupo se emaranha em situações cômicas entre as ruínas, com uma série de paradas inesperadas ao longo do caminho.

Georgia (Nia Vardalos) é uma guia de turismo grega americana que está conduzindo um passeio a Grécia com um grupo variado de turistas desajustado que prefere comprar uma camiseta que aprender sobre a história e cultura. Em um choque de personalidades e culturas, tudo parece correr mal, até que um dia, quando um dos mais velhos turistas Irv Gordon (Richard Dreyfuss), mostra-lhe como se divertir, e ter um bom olhar para a última pessoa que ela jamais esperaria encontrar com amor: seu motorista de ônibus grego (Alexis Georgoulis).

Um comentário em “Falando Grego, do jeitinho americano!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s